Caçada inédita mobiliza policiais da PATRAM Erechim e Nonoai

Policiais Ambientais dos municípios de Nonoai e Erechim deflagraram uma ação conjunta para localizar uma cobra que possivelmente tenha atacado um menino no Rio Teixeira, localizado entre os municípios de Ipiranga do Sul e Sertão. A ação foi iniciada na manhã de hoje, quando o IML de Passo Fundo confirmou que o menino Guilherme da Silva (12) foi morto por uma cobra nas águas do Rio Teixeira, em Butiá Grande, na divisa de Ipiranga com Sertão. A expectativa é resgatar a suposta Sucuri de aproximadamente 7 metros.

O menino Guilherme foi atacado na tarde de domingo (31) por uma cobra de grande porte enquanto se banhava no Rio Teixeira, que divide os municípios de Ipiranga do Sul e Sertão, na região de Butiá Grande.

Nesta segunda-feira (dia 1°) a cobra foi avistado duas vezes por populares que participavam das buscas ao corpo do menino. Moradores da região falam na existência de no mínimo quatro dessas cobras gigantes. Há relatos de que elas comem animais domésticos com frequência. Os moradores também relatam que é muito comum encontrarem na mata, vestígios de luta entre as cobras e capivaras, que habitam às margens do rio.

Na tarde de segunda-feira(1), uma equipe da PATRAM esteve na área gravando imagens aéreas para planejar  o trabalho que começou  hoje cedo. Com o uso de um Droner, os policiais fizeram imagens detalhadas de todos os pontos do rio, em uma extensão de mil metros para cada lado da ponte.

A operação da PATRAM não tem prazo para terminar, garante o Sgto. Molinari, que comanda a mobilização dos policiais para capturar a Sucuri, ou mais de uma, caso se confirme a existência. Se capturada com vida, a cobra deverá ser levada para um local dotado de cativeiro seguro, possivelmente uma universidade da região.

Pela devida precaução que se exige, orienta-se que não se transite no local  (próximo ao rio) até que o fato seja devidamente esclarecido, por grave risco à vida que esse tipo de animal pode causar.

Fonte: AU Online

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *

*

error: Conteúdo Protegido. Entre em Contato.