Chapecó: Município decreta situação de emergência por causa da Dengue

O Prefeito Luciano Buligon decretou situação de emergência em saúde pública nesta manhã (22) em função do número de casos de dengue em Chapecó e da possibilidade de aumentar as estatísticas. Até agora foram registrados 10 casos autóctones (pessoas contraídas na cidade – bairros: centro, bela vista, efapi e vila real) e outros 12 de fora. O Município aguarda ainda o resultado de 107 exames.

A situação de emergência une todas as Secretarias Municipais em ações focadas no combate ao mosquito. O decreto autoriza o Poder Público Municipal a contratar emergencialmente, de forma temporária, 10 Agentes de Combate às Endemias, aumentando a equipe de 90 para 100 pessoas. Existe ainda previsão de contratar outros 10 Agentes nos próximos dias. Além disso, o documento permite que o Município agilize a contratação de empresas de prestação de serviços em resposta à situação emergencial para, por exemplo, efetuar limpezas em pontos considerados de risco à proliferação do mosquito aedes aegypti.

Segundo o Prefeito Buligon são medidas para dar mais agilidade às ações e dar uma resposta à população, procurando prevenir uma eventual epidemia. “Estamos fazendo a nossa parte no sentido de esclarecer, fiscalizar e colocar mais pessoas nas ruas”, enfatizou.

Mutirão de Fiscalização

Os fiscais da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e da Secretaria de Serviços Urbanos e Infraestrutura iniciam um mutirão em conjunto para fiscalizar terrenos baldios e obras inacabadas na área urbana. Todos os fiscais serão deslocados para vistoriar os pontos críticos e encaminhar emergencialmente as soluções. Denúncias podem ser feitas pelo telefone: 3321-8607.

 

Tudo sobre Chapecó

print

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*