Rio dos Índios debate Plano de Conservação e Uso do Entorno do Reservatório da Usina Foz do Chapecó

A comunidade civil organizada do município de Rio dos Índios esteve reunida, com a empresa ABG – Engenharia e Meio Ambiente, para debater as restrições e possibilidades de exploração do lago artificial formado no Rio Uruguai. O encontro que ocorreu no início da tarde desta terça-feira, (dia 28/11) na Câmara Municipal de Vereadores de Rio dos Índios, contou com a presença do Prefeito Salmo Dias de Oliveira e do Vice-prefeito Arildo Flores da Cunha, da Presidente da Câmara de Vereadores, Eliane Civa e dos Vereadores Valmor Rossetto, Aldir Mulineth, Clodoaldo da Silva, Juliano Malacarne e Loivo Lorenzi, o Comandante da Polícia Ambiental Sargento Renato, Secretários Municipais, Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Emater e a população atingida pelo complexo.

Na primeira parte do debate, o Prefeito Salmo relatou que os atingidos e o município sofrem com os reflexos do empreendimento e que muitas vezes não sabem a quem recorrer. “O município de Rio dos Índios está ajuizando diversas ações contra a empreendedora e que não compactua com a falta de investimentos no município”, anuncio. Ele complementou dizendo que, “Rio dos Índios recebeu como indenização uma praça, um terreno para a construção da sede da melhor idade e o aumento da área do cemitério municipal. E ficou para trás, a compensação das famílias que foram embora do município e levaram, por exemplo, 326 alunos da rede municipal de ensino, o que inviabilizou toda a estrutura existente na educação”, ponderou.

O representante do Ibama, Roberto Sordi, disse que a realização do PACUERA é uma exigência do Instituto e que a comunidade deve participar do debate e da criação. Já o representante da ABG, Marcos Daruy, relatou a importância da construção conjunta do Plano Ambiental de Conservação e Uso do Entorno do Reservatório Artificial – PACUERA.

A empresa responsável pelo trabalho estará retornando aos municípios atingidos em maio de 2018, após o IBAMA aprovar a etapa anterior.

A Usina Hidrelétrica Foz do Chapecó, formado pelo barramento do rio Uruguai, localizado entre os municípios de Águas de Chapecó/SC e Alpestre/RS, entrou em funcionamento em outubro de 2010.

Comunidade atingida pelo empreendimento

Roberto Sordi, Analista Ambiental IBAMA

ABG – Engenharia e Meio Ambiente, Marcos Daruy

Prefeito Salmo Dias de OLiveira

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *

*