Chapecoense pede exclusão do Nacional da Libertadores

A diretoria da Chapecoense decidiu entrar com ação na Conmebol pedindo a exclusão do Nacional do Uruguai da Copa Libertadores. A intervenção se refere às provocações da torcida do clube uruguaio que, durante a vitória no primeiro jogo da fase preliminar da Libertadores, imitaram aviões como provocação ao time brasileiro.

“A Associação Chapecoense de Futebol pede, no mérito, que o Club Nacional de Football seja excluído da Conmebol Libertadores, com base nos artigos 8 e 14 do regulamento”, argumenta nota oficial do clube. Além disso, a Chape requeriu que o julgamento seja feito antes do dia do jogo, marcado para 7 de fevereiro, ou que essa partida seja adiada para avaliação da questão.

O Nacional afirmou que iniciou uma investigação interna para identificar e punir os responsáveis pelos gestos e lamentou o ocorrido. “É muito difícil encontrar as palavras adequadas. Apelamos à vossa indulgência para compreender nossa inquietação e aceitar nossas desculpas”, disse trecho da nota do time uruguaio. A Conmebol, por sua vez, abriu um processo disciplinar por causa do comportamento inadequado de parte dos torcedores do time.

A tragédia em 28 de novembro de 2016 deixou 71 mortos após a queda do avião da LaMia quando chegava à Colômbia para disputa da final da Copa Sul-Americana contra o Atlético Nacional.

Fonte: Correio do Povo

print

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.