Pela primeira vez, mapa preliminar indica todas as 21 regiões do RS em bandeira vermelha

O Rio Grande do Sul passa pelo “momento mais crítico” desde o início da pandemia de coronavírus. Essa foi a definição do governo do Estado ao anunciar, nesta sexta-feira (27), o mapa preliminar do modelo de distanciamento controlado do RS. Com o número de pacientes internados em leitos clínicos e em UTIs atingindo o pico da série histórica, pela primeira vez desde o começo do modelo todas as 21 regiões covid do Estado foram classificadas em bandeira vermelha, que indica alto risco epidemiológico para o contágio da doença.

O mapa definitivo será divulgado pelo governo estadual, após análise de recursos, na próxima segunda (30), e valerá entre terça (1º) e segunda (7).

Nesta semana, o mapa vigente tem oito regiões em bandeira vermelha e 13 regiões em laranja, de risco médio. Até o momento, o mapa mais avermelhado já visto no Estado havia sido o preliminar da 15ª rodada, que apresentou 16 regiões com risco alto. Após recursos, o mapa definitivo, vigente entre os dias 18 e 24 de agosto, trouxe 14 regiões em vermelho.

Das 21 regiões covid, apenas Uruguaiana, Bagé e Guaíba não apresentam protocolos próprios, geridos pelo sistema de cogestão regional — as outras 18 regiões são Porto Alegre, Santa Maria, Lajeado, Santo Ângelo, Santa Rosa, Cruz Alta, Taquara, Cachoeira do Sul, Santa Cruz do Sul, Pelotas, Caxias do Sul, Novo Hamburgo, Passo Fundo, Capão da Canoa, Canoas, Ijuí, Palmeira das Missões e Erechim.

Os municípios que não concordarem com a classificação preliminar pode enviar pedidos de reconsideração ao governo do Estado até as 6h de domingo (29).

print

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.