Chape vence o clássico contra o Figueira e volta para a elite do futebol brasileiro

A Chapecoense está de volta a Série A do Campeonato Brasileiro. A vaga foi confirmada na noite desta terça-feira (12), na Arena Condá, em Chapecó (SC), após a vitória de 2 a 1 no Clássico de Santa Catarina contra o Figueirense. Os gols do Verdão foram marcados por Paulinho Moccelin e Derlan. Diego Gonçalves diminuiu para o time da Capital.

Em casa, a Chape buscava a vitória para voltar à elite do futebol brasileiro, mas foi o Figueirense o primeiro time a atacar. Logo no primeiro minuto, Geovane Itinga recebeu a bola, partiu para cima da zaga do Verdão e cruzou rasteiro, Bruno Michel chegou para finalizar, mas foi travado pela defesa da Chape. Dois minutos depois, a zaga da Chape falhou e a bola sobrou para Diego Gonçalves.  O atacante do Figueira tocou para Itinga que finalizou, mas João Ricardo salvou a Chape.

Após a pressão inicial do Figueira, a Chape conseguiu equilibrar a partida. Aos 13’, o Verdão conseguiu sua primeira chance na partida. Willian Oliveira cruzou na área e Perotti subiu para cabecear, mas o goleiro Rodolfo defendeu a bola. O Verdão conseguiu controlar mais a partida e dominar o meio campo. Aos 16, Paulinho Moccelin recebeu a bola e tocou para Anderson Leite que finalizou de primeira, mas a bola foi para fora.

A Chape continuava melhor na partida e aos 21’ abriu o placar. Após jogada ensaiada de escanteio, Matheus Ribeiro cruzou para a área e Paulinho Moccelin cabeceou para o fundo das redes.

O gol animou a Chape, que aos 24’ quase marcou o segundo. Novamente em um escanteio, Derlan subiu mais que a zaga do Figueira e cabeceou, mas a bola foi para fora. No minuto seguinte veio a resposta do time da Capital. Aos 25’, Renan Luis finalizou e João Ricardo defendeu a bola.

A partida na Arena Condá era lá e cá. As duas equipes buscavam a vitória e tentava armar chances ofensivas. Aos 27’, Diego Gonçalves cruzou para a área e Geovane Itinga cabeceou, mas a bola foi para fora. Logo depois, foi a vez da Chape assustar o goleiro do Figueira. Aos 28’, Ronei finalizou da entrada da área e Rodolfo defendeu, no rebote, Paulinho Moccelin também finalizou e o goleiro do time da Capital salvou a equipe novamente.

O Verdão onseguiu controlar o ímpeto do Figueira e segurou o 1 a 0. Fim de primeiro tempo na Arena Condá, Chapecoense 1, Figueirense 0.

Igual o início do primeiro tempo, na segunda etapa foi o Figueirense que chegou primeiro com perigo no ataque. Aos 4’, Diego Gonçalves recebeu a bola na entrada da área e finalizou, mas ela foi para fora, muito perto da trave da Chape.

A resposta do Verdão veio logo depois, em dois lances seguidos. Aos 9’, o lateral Roberto avançou no ataque e finalizou, mas Rodolfo defendeu a bola. Logo depois, aos 10’, Denner roubou a bola na entrada da área do Figueira e finalizou, mas a bola foi para fora.

O jogo era muito equilibrado, onde as duas equipes criavam boas oportunidades no ataque. Aos 13’m Arouca avançou no lado de campo e cruzou para a área. Erison surgiu no meio da zaga e finalizou, a bola bateu na trave e foi para fora.

Apesar da partida equilibrada, a Chapecoense conseguiu marcar o segundo gol na partida. Aos 20, Paulinho Moccelin cobrou uma falta para a área, Rodolfo defendeu e no rebote Derlan marcou o segundo gol da Chape.

Aos 36’, o Figueira pressionava a zaga da Chape e conseguiu um pênalti. Após cobrança de escanteio, a bola pegou no braço de Derlan. Na cobrança, Diego Gonçalves diminuiu para o time da Capital.

O Figueirense tentou o empate, mas a Chape conseguiu segurar e venceu a partida na Arena Condá. Fim de jogo, Chapecoense 2, Figueirense 1.

Com a vitória e o acesso, o Verdão agora briga pelo título da Série B. O triunfo deixou a Chape com 66 pontos, um atrás do líder América-MG. O time catarinense volta a campo no próximo domingo (17), contra o Vitória, no Barradão, em Salvador (BA).

 

Por: ClicRDC
print

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.