Vaquinha é criada para tratamento do único sobrevivente do ataque à creche em Saudades

O pequeno Henryque, de apenas 1 anos e 8 meses, lutou pela vida após o ataque à creche em Saudades (SC) no dia 04 de maio. Com ferimentos provocados por golpes de facão na bochecha, lábios, barriga e uma perfuração em um dos pulmões, ele ficou internado em estado grave na UTI por 6 dias em Chapecó.

Para cuidar do filho, a costureira Adriana Hubler, 35 anos, continua afastada do trabalho e não tem previsão para voltar. O marido e pai do Henryque, Diego Hubler, de 31 anos, voltou essa semana ao trabalho de almoxarifado, mas também esteve afastado até o filho receber alta.

Nesse Dia das Mães o presente: o pequeno guerreiro recebeu alta! Agora com os cuidados dentro de casa, a família precisa de ajuda com os custos com remédios que o SUS não fornece e as idas até Chapecó, onde ele está sendo acompanhado por um hospital.

“Dia das Mães mais feliz da minha vida! Deus me abençoou com dois lindos filhos Isabely de 5 anos e Henryque. Henryque nasceu pela segunda vez, foi um milagre. Deus o protegeu e me devolveu com vida. Hoje tenho em meus braços o presente que dinheiro nenhum pode pagar”, se emocionou a mãe.

A agressão também afetou os dentinhos do Henryque, que terá que passar por um tratamento para não afetar os dentes permanentes no futuro.   A vaquinha é para auxiliá-los nesses custos com o tratamento do pequeno, que ainda está se recuperando e precisará de muitos cuidados em casa.

O  valor mínimo da doação na plataforma Voaa-vaquinha do bem  é de R$25,00 por conta das taxas bancárias. E pode ser doado pelo https://voaa.me/sobrevivente-ataque-creche

A meta inicial era de R$30 mil e até o momento foram arrecados R$89.679,99

 

Por: A Sua Voz
print

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Restaurante Recreativo