Delegado da Susepe diz que morte de agente em Caxias do Sul foi um ataque covarde

Na madrugada de segunda-feira (07), bandidos mataram um agente da Susepe, feriram outro e duas enfermeiras, para resgatar um preso que estava em atendimento médico, na Zona Norte de Caxias do Sul.

A ação foi por volta das 03h30min, na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Caxias do Sul. Houve troca de tiros e na ocorrência um agente da Susepe identificado como, Clóvis Antônio Ronan, 54 anos, foi morto e outro agente de 42 anos, foi baleado.

Ontem (07) aconteceram homenagens ao agende morto e protesto de servidores da Susepe em todo o Estado, solicitando mais segurança para trabalhar. Em Passo Fundo, a ação foi em frente ao Presídio Regional, no bairro São Luiz Gonzaga.

O delegado da 4ª região penitenciária da Susepe, Kleber Medeiros, lamentou o tombamento de mais um colega que estava cumprindo com o exercício de suas funções. Relatou que morte do agente de Caxias do Sul deixa todos enlutados e a instituição ferida.

De acordo com o delegado, as investigações do ocorrido estão a cargo da corregedoria geral penitenciária e das forças policiais que ainda vão apurar tudo que aconteceu. O delegado acredita que toda a ação já estava planejada e o preso fingiu estar passando mal.

Medeiros ressalta que os agentes recebem treinamento e preparo para atuar em situações como essa, porém, no caso de Caxias do Sul, foram pegos de surpresa e atacados covardemente pelos criminosos. Os bandidos estavam em maior número e com armamento maior, o que resultou no colega morto, lamenta o delegado.

Conforme Medeiros, a Susepe busca investir na criação de vagas e no recrutamento de novos servidores para reforçar o efetivo. Além disso, o Governo do Estado investe em serviços de inteligências e melhor aparelhamento dos servidores, no entanto não foi suficiente para evitar a morte de mais um agente.

print

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.