Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Titular da 11ª Coordenadoria Regional de Saúde é exonerado do cargo

Sua exoneração foi publicada no DOE (Diário Oficial do Estado) nesta segunda-feira, 17 de outubro. Moretto é filiado ao PMDB e assumiu a coordenadoria quando José Ivo Sartori venceu as eleições para o governo gaúcho.
No PMDB, nas eleições internas do partido em 29 de agosto de 2015 concorreu a presidente da sigla contra Mário Rossi, na época secretário de Meio Ambiente e acabou derrotado.
Marcos Moretto é um dos técnicos que mais entende de saúde pública, tanto é que quando foi nomeado foi possível ver a mudança de perfil dentro da coordenadoria. De posições fortes, muitas vezes incompreendido, Moretto coleciona fãs de seu trabalho e também pessoas que veem nele uma ameaça.
O ex-coordenador, que é funcionário público de carreira do estado, alega que não tem claro os motivos de sua exoneração: “no dia 10 de outubro recebi uma ligação por parte dos recursos humanos da secretaria e não souberam me dizer de forma transparente os motivos”. Porém, imagina que os motivos seja incompatibilidade com o secretário estadual adjunto de Saúde, Francisco Zancan Paz: “tivemos discussões mais acaloradas mas sempre no campo das ideias. Saio de forma tranquila, com o dever cumprido e dedicação à região”.
Dois fatos que foram preponderantes para a exoneração de Moretto foi com relação as questões relacionadas ao Banco de Sangue e principalmente os contratos da Fundação Hospitalar Santa Terezinha. Moretto ficou sempre do lado da região, em detrimento aos interesses do estado. “Fizemos um estudo onde demonstrou que hospitais menores que o Santa, com prestação de serviços em menor número estavam ganhando mais do que nós. E isso não é justo. Lutei para melhorar este contrato que acabou não avançando”.
Por se tratar de um cargo do PMDB, a coordenadoria regional do partido deve indicar seu substituto em breve para apreciação do governo gaúcho. Um dos nomes ventilados desde ontem é do vereador José da Cruz, que não conseguiu a reeleição para vereador.
O Coordenador Regional do partido, Gabriel Gevinski e a vice-prefeita de Erechim Ana Oliveira estão em Porto Alegre nesta terça-feira, 18 de outubro, e buscarão explicações para a exoneração de Moretto.

Por Rodrigo Finardi/JBV Online.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *

*

error: Conteúdo Protegido. Entre em Contato.