Nonoai: Réu é condenado e cumprirá pena no regime semiaberto

O réu Juarez Antunes da Silva, levado a Júri Popular nesta terça-feira, (dia 03/10) em Nonoai, acabou condenado a seis anos de reclusão no regime semiaberto. Ele que é acusado do homicídio qualificado de Fernando Cadete, já cumpria pena preventivamente a cerca de 18 meses no Presídio Regional de Sarandi.

Conforme o processo, o crime teria ocorrido dia 22 de agosto de 2015 na Rua Beira Rio no Bairro Operário em Nonoai. Na data dos fatos, a vítima que foi alvejada por disparo de arma de fogo, chegou a ser socorrido ao hospital. Ele morreu dia 27 de outubro de 2015, após não resistir aos ferimentos.

O júri popular foi presidido pelo Juiz Dr. Tarcísio Rozendo Paiva. Atuou na acusação o Promotor de Justiça Dr. Rodrigo Mendonça e na Defesa o advogado Dr. Fabrício de Moura. A defesa conseguiu derrubar a qualificadora, o que reduziu a pena do réu.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *

*