Consórcio Famurs nasce beneficiando um milhão de pessoas

A diretoria e o conselho fiscal do Consórcio Estadual Famurs foram definidos na tarde desta terça-feira (8/5), durante Assembleia realizada na sede da entidade em Porto Alegre. Os prefeitos gaúchos que ratificaram o protocolo de intenções de constituição da nova ferramenta elegeram por aclamação a chapa, definindo o dirigente da Famurs, Salmo Dias de Oliveira, como presidente do Consórcio. A iniciativa, que já tem a adesão de 34 prefeituras, beneficiará um milhão de pessoas.

O presidente Salmo reafirmou a importância da criação do Consórcio Estadual Famurs no sentido de contribuir para a otimização de recursos, considerando que o aumento na demanda repercutirá, consequentemente, na diminuição do valor do produto ou serviço que será adquirido. “Percebemos a necessidade de ter um consórcio habilitado e capacitado a fazer compras de grande envergadura, sem interferir nas atividades desenvolvidas pelos 79 consórcios já existentes no Rio Grande do Sul. A maioria deles retrata uma gestão bem-sucedida e não iremos ferir estas estruturas que já estão em operação”, ressaltou.

Idealizador do Consórcio, Salmo ressaltou que, além dos já habilitados, 279 municípios manifestaram a intenção de aderir à ferramenta e apenas aguardam a votação nas Câmaras de Vereadores do projeto de lei que ratifica o protocolo de intenções. Face à importância desta iniciativa, que está atraindo a atenção também de gestores municipais de outros Estados, o case do Consórcio Estadual Famurs será apresentado no próximo dia 23, às 16h, na Capital Federal, durante a programação da XXI Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios. Na ocasião, o presidente Salmo será um dos coordenadores da arena de debates com a temática “Consórcios e Contabilidade”.

Na Assembleia, também foi aprovado o estatuto e contrato de consórcio. O presidente Salmo aproveitou o encontro para saudar aos prefeitos e funcionários da Famurs que trabalharam para o desenvolvimento desta proposta. “Agradeço aos prefeitos Cássio, de Pantano Grande; Giovane, de Venâncio Aires; o secretário-executivo da Amaja, João e o apoio da Associação Gaúcha de Consórcios Públicos (Ageconp) que muito nos auxiliaram nessa empreitada”, disse Salmo. A diretoria escolhida será composta por presidente, 1º vice-presidente, 2º vice-presidente, 1º secretário, 2º secretário, 1º tesoureiro e 2º tesoureiro. Já o conselho fiscal será constituído por três membros efetivos, com o mesmo número de suplentes. Os mandatos da diretoria e do conselho serão de dois anos.

Confira a composição:

Presidente

Salmo Dias de Oliveira – Prefeito de Rio dos Índios

 

1º vice-presidente

Daniel Hinnah – Prefeito de Panambi

 

2º vice-presidente

Claiton Gonçalves – Prefeito de Farroupilha

 

1º secretário

Altair Francisco Copatti – Prefeito de Três de Maio

2º secretário – Giovane Wickert – Prefeito de Venâncio Aires

 

1º tesoureiro

Cássio Nunes Soares – Prefeito de Pantano Grande

 

2º tesoureiro

Corinha Beatris Ornes Molling – Prefeita de Sapiranga

 

Conselho Fiscal

Membros efetivos

Eduardo Buzzatti – Prefeito de Pejuçara

Vilmar Zimmermann – Prefeito de Augusto Pestana

Mário Roberto Utzig Filho – Prefeito de Santa Bárbara do Sul

 

Membros suplentes

Carlos Alberto Bordin – Prefeito de Jacutinga

Edinaldo Rupulo Rossetto – Prefeito de Novo Barreiro

Leonel Fernando Petry – Prefeito de Tuparendi

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *

*

error: Conteúdo Protegido. Entre em Contato.